O cantor Emanuel subiu quarta-feira, dia 9 de outubro, ao palco da Receção ao Caloiro, em Guimarães. O artista proporcionou um espetáculo que excedeu as expetativas dos estudantes minhotos.

O Pavilhão Multiusos de Guimarães encheu para dançar ao ritmo de Emanuel, numa noite que o artista apelidou de “fantástica”, correspondendo às suas expetativas. Com um alinhamento especial, o cantor apresentou os seus êxitos mais recentes como “Ritmo do Kuduro” e “Baby, És uma Bomba” proporcionando no recinto um ambiente de festa que contagiou o público minhoto.

“Um grande concerto” foram as palavras de Emanuel para descrever a noite, afirmando que assistiu a uma grande festa. “Ritmo do Amor” foi a música que dedicou à noite de quarta-feira, argumentando que a melodia é “igual à vida de um estudante universitário”, porque “tem de ser empolgante, tem de ter amor, tem de ter esforço, tem de ser épica”, principalmente “quando os exames correm bem”.

“[O público minhoto] é extrovertido, gosta de brincar, de se divertir e de assumir as suas responsabilidades”, caraterizou o artista.

O cantor defendeu ainda as festas académicas, argumentando que estas atividades são “um escape, uma necessidade de esterilizar o esforço [dos estudantes] “.

Emanuel deixou também uma mensagem à comunidade minhota, apelando à responsabilidade que os alunos têm em representarem os esforços das suas famílias.