A cidade de Guimarães voltou ontem, dia 7 de outubro, a receber as Serenatas Velhas. O Largo da Oliveira foi o local escolhido para a realização desta tradição académica que todos os anos dá início à Receção ao Caloiro.

Mais uma vez, as Serenatas Velhas ficaram a cargo do Grupo de Fados e Serenatas da Universidade do Minho. Durante a noite, centenas de estudantes trajados assistiram às serenatas, bem como dezenas de vimaranenses que também marcaram presença.

Vanessa Morais, aluna do 3º ano de Arqueologia, participa todos os anos nas Serenatas Velhas, mas considerou que: “Este ano está pouca gente comparando com o ano passado em que as pessoas aderiram mais”. Quanto ao simbolismo deste acontecimento, a estudante acredita que é uma tradição académica que deveria ser mais respeitada pelas pessoas.

Já para André Marques, estudante do 2º ano de História, esta foi a primeira vez que participou neste evento. Comparativamente às serenatas do Enterro da Gata, o aluno considera que nas Serenatas Velhas “o ambiente é mais acolhedor”. Apesar de estudar no campus de Gualtar, o estudante considera que os alunos de Braga não aderem tanto a esta tradição académica por causa de se realizar no início do ano.

“O ambiente este ano está melhor e o próprio convívio entre as pessoas é agradável” afirmou Sara Fernandes, estudante do 2º ano do curso de Engenharia Biomédica, que mais uma vez participou nestas serenatas. Para a aluna, este evento tem como objetivo não só dar início à Receção do Caloiro, como também dar início ao novo ano letivo.