Positivo:

Vitória SC: a segunda Taça de Portugal em basquetebol

17 de março: Numa época histórica para o clube ao nível das Taças de Portugal nas várias modalidades, a equipa de basquetebol do Vitória SC conquistou o troféu diante do SL Benfica. Triunfo expressivo e justo, por 100-81, numa final realizada em Fafe. A equipa de Fernando Sá comandou o jogo de início a fim e ergueu a segunda Taça da sua história. A primeira foi em 2008, contra o FC Porto. Já esta época e com o mesmo treinador, a equipa termina o ano civil no primeiro lugar do campeonato. No que às taças diz respeito, só faltou mesmo vencer a de voleibol, onde a equipa minhota também chegou à final.

SC Braga: 47 anos depois, novo título nacional

13 de abril: um dia de sorte e conquista para o Sporting Clube de Braga. Após um progresso inegável no futebol português, especialmente na última década, o clube minhoto voltou a erguer um troféu nacional – 47 anos depois. Um golo de Alan bastou para levar de vencida o FC Porto. Foi assim que o ‘Gverreiros do Minho’ levantaram a Taça da Liga em Coimbra, numa resposta positiva à final da Liga Europa de 2011, perdida para os ‘dragões’ em Dublin.

Vitória SC: à sexta final no Jamor, a primeira Taça de Portugal

26 de maio: o futebol do Vitória Sport Clube conquistava a primeira Taça de Portugal da sua história. No Jamor, perante o SL Benfica, a equipa de Rui Vitória esteve a perder, mas subiu ao céu em dois minutos. Soudani e Ricardo deram a volta ao jogo e o troféu foi para a Cidade Berço. Aí, milhares de adeptos eufóricos festejaram tão desejado título, que já tinha escapado em outras cinco finais. A derrota na Supertaça não deu o melhor início na nova época e apesar de já só restar o campeonato, a equipa de Rui Vitória terminou 2013 num brilhante 5.º lugar.

João Sousa: primeiro torneio ATP do ténis português e subida ao top 50 do ranking

29 de setembro: em Kuala Lumpur, João Sousa fez história no ténis masculino português – foi o primeiro tenista nacional a ganhar um torneio ATP. Numa final dramática diante de Julien Benneteau, o tenista vimaranense entrou a perder, mas levou a melhor nos últimos dois sets. E salvou ainda um match-point do francês no derradeiro set, num torneio onde já tinha eliminado o então número quatro mundial, David Ferrer, bem como o alemão Jurgen Melzer. Uma semana histórica, que permitiu não só a conquista do torneio, como também a primeira chegada de um tenista português ao top 50 do ranking mundial.

O desporto universitário minhoto no topo da Europa

18 de dezembro: um feito de louvar. Mas só fruto de um árduo e longo trabalho. Já na reta final de 2013, a Universidade do Minho foi considerada a melhor instituição universitária desportiva a nível europeu. Após três anos consecutivos no pódio, o Minho chegou finalmente ao número um no ranking da European University Sports Association. As condições de trabalho, infraestruturas e parcerias com os clubes locais foram fatores determinantes para a distinção e para o sucesso envolvido nas várias conquistas nacionais e internacionais. E tivesse a Universidade uma licenciatura no curso de Desporto…

 

Negativo:

Moreirense FC: passagem efémera pela liga

19 de maio: sete anos depois da última presença no principal escalão do futebol português, a equipa de Moreira de Cónegos não conseguiu estabilizar a sua posição e consumou a descida na última jornada. A derrota por 3-1 no Estádio da Luz consumou a despromoção. Um ano foi quanto durou nova aventura dos minhotos na Primeira Liga. Uma luta inglória, onde a equipa minhota ficou a um ponto da permanência. No entanto, 2013/2014 está a demonstrar-se bom para os ‘cónegos’, que a meio da época, estão em posição de subida na segunda liga.

Xico Andebol: a descida à segunda divisão do andebol português

25 de maio: depois de várias épocas seguidas no Andebol 1, os vimaranenses do Xico Andebol desceram de divisão, numa época que se mostrou difícil na história do clube. Depois de formar vários atletas com muito potencial, como o atual jogador do Sporting, Rui Silva, além da conquista da Taça de Portugal em 2010/2011 e da presença nas competições europeias, os minhotos perderam o combate da manutenção na época passada. No entanto, a equipa mantém-se viva e o regresso de Guimarães ao principal escalão do andebol parece possível, dado o atual primeiro lugar no segundo escalão do andebol português do histórico Xico Andebol, outrora designado Francisco de Holanda.