Na 12ª jornada do Campeonato Nacional de Futebol, a equipa do SC Braga voltou a perder, desta vez no Dragão, por 2-0. A equipa minhota até entrou bem em campo, mas não teve eficácia suficiente nem estofo para aguentar um FC Porto mais experiente e que, na segunda parte, conseguiu resolver o jogo.

No arranque da partida, os minhotos mostraram-se mais perigosos e criaram várias situações de perigo. Aos quatro minutos, um forte remate do colombiano Pardo podia ter inaugurado o marcador. Se, por um lado, os dragões viam-se com problemas defensivos e com alguma dificuldade na transição da bola, já a equipa minhota parecia mais consistente e mais tranquila – procurando a aproveitar os erros do adversário.

Praticamente era o SC Braga a equipa mais atrevida em campo: aos 15 minutos, Éder desperdiçou uma bola oferecida pelo portista Josué e, aos 32 minutos, Alan rematou forte mas longe da baliza de Helton. Os homens de Paulo Fonseca fizeram o seu primeiro remate minutos depois, por intermédio de Josué, que proporcionou uma excelente defesa de Eduardo. Até intervalo, a equipa portista subiu de produção e o SC Braga baixou a intensidade de jogo.

Em oposição ao primeiro tempo, a segunda parte da partida revelou um FC Porto mais forte e mais capaz de aperfeiçoar os erros cometidos anteriormente. A prova foi dada aos 48 minutos, numa jogada de Alex Sandro concluída por Jackson Martinez com um remate de pé esquerdo que bateu Eduardo, inaugurando o marcador. Minutos depois, novo susto para o SC Braga: Josué remata forte, mas o guarda-redes minhoto estava atento.

O cronómetro passava e a equipa bracarense estava com dificuldades em chegar perto da área adversária. O FC Porto, rejuvenescido nesta segunda parte, fazia tremer a defesa adversária e, aos 56 minutos, quase ampliava o marcador: Jackson isolou-se na cara de Eduardo, mas o “chapéu” saiu-lhe mal e o defesa Aderlan Santos adiantou-se, tirando a bola com um pontapé de bicicleta.

Com um SC Braga mais reticente e sem criar qualquer situação de perigo, o FC Porto repetiu a história e, aos 79 minutos, Jackson Martinez fez o segundo golo, de cabeça,  fixando o resultado final em 2-0. O jogador colombiano bisou e foi o homem do jogo.

O SC Braga, com este resultado negativo, mantém-se a meio da tabela classificativa e no próximo sábado recebe o Vitória de Setúbal, para a 13ª jornada do campeonato.