O Gil Vicente defrontou, esta tarde, a Académica e foi derrotado (1-0), já nos instantes finais, em jogo a contar para a 16ª jornada da Liga ZON Sagres.

Num encontro entre duas equipas em igualdade pontual, esperava-se determinação de ambas as partes na conquista dos três pontos. No entanto, foi a Académica quem começou por mandar no jogo, com mais bola e mais tempo no meio-campo adversário.

O primeiro sinal de perigo, por parte da Briosa, foi dado aos 18 minutos com Cleyton a surgir bem à entrada da área, no ressalto de um livre, mas acabou por rematar contra Pek’s. A Académica continuava a mostrar-se superior à formação de Barcelos e, aos 33 minutos, Pek’s quase fez autogolo: depois de Ivanildo e Magique criarem o lance, Cleyton apareceu em zona de finalização, mas o central do Gil conseguiu resolver.

Perto dos 40 minutos da partida, foi novamente Cleyton quem deu que fazer ao guardião da Briosa, Ricardo, ao rematar para uma defesa apertada.

No segundo tempo, os homens de Coimbra não tiraram o pé do acelerador e continuaram em busca do golo. Aos 55 minutos, em resposta a um livre de Ivanildo, Magique cabeceou à trave e não conseguiu desfazer e nulo.

Perante um Gil Vicente sem ideias e cujo primeiro remata à baliza foi feito apenas aos 60 minutos de jogo, a Académica continuava com o ascendente do jogo e ficou perto do golo na sequência de um pontapé de canto.

A vinte minutos do final, a equipa da casa beneficiou de uma grande oportunidade para inaugurar o marcador, contudo Makelele, isolado dentro da área, falhou o alvo.

Era a Académica quem procurava o golo, jogando bom futebol, todavia a bola parecia teimar em não entrar. Ainda assim, e já no tempo extra, Djavan fez-se herói em Coimbra e inaugurou o marcador. Os comandados de Sérgio Conceição desmontavam, deste modo, a teia defensiva do adversário num lance de bola parada.

O jogo acabou com a vitória dos homens da Briosa, que tudo fizeram para alcançar o trinfo. Com este desaire, o Gil Vicente agrava ainda mais a crise de resultados que vive, somando dez jogos sem vencer.