O Gil Vicente recebeu, esta quarta-feira, o Leixões e empatou, numa partida sem golos a contar para a fase de grupos da Taça da Liga.

Num jogo que colocou frente a frente duas equipas a atravessarem graves crises de resultados – ambas despediram-se, no fim-de-semana passado, da Taça de Portugal, sofrendo goleadas –, os homens de Barcelos entraram e, logo aos oito minutos, deixaram o primeiro aviso, com Gabriel a rematar forte, mas por cima.

Balanceado no ataque, o Gil voltou a levar perigo à baliza do Leixões, com Vítor Gonçalves a desferir um pontapé em direção às redes de Chastre. Na resposta, o Leixões mostrou ambição na conquista dos três pontos e um remate de Rui Coentrão tirou tinta do poste gilista. Apesar do bom início de jogo, o Gil Vicente, com o decorrer dos minutos, passou a ser dominado pela formação contrária.

Na etapa complementar, a equipa comandada por João de Deus entrou novamente forte e determinada em desfazer o nulo. Aos 53 minutos do encontro, João Vilela obrigou Chastre a uma defesa apertada, após cruzamento de Luís Martins.

Do outro lado também estava uma equipa com capacidades para inaugurar o marcador e Mailo tentou demonstrá-lo. No entanto, o guarda-redes Caleb conseguiu evitar o golo adversário. Em cima do final do encontro, seria o Gil Vicente a dispor de uma boa ocasião para marcar: João Vilela falhou um golo certo quando estava completamente isolado ao segundo poste, depois de um cruzamento de Diogo Viana, não conseguindo desfazer o empate.

O próximo jogo do Gil Vicente é na Madeira, frente ao Nacional, numa partida a contar para a 15ª jornada da Liga ZON Sagres.