O SC Braga entrou no novo ano com o pé direito e assegurou o lugar nos quartos-de-final da Taça de Portugal, ao vencer por 2-0 frente ao Arouca. Numa noite fria e com pouca assistência no Estádio AXA, foi o golo madrugador que ditou o rumo do jogo e deu a vitória tranquila aos minhotos.

Após o apito inicial, o SC Braga entrou melhor em campo e sem dar tempo para respirar à formação do Arouca, o colombiano Pardo, numa excelente assistência de Alan, inaugurou aos cinco minutos o marcador. O golo madrugador, ajudou os bracarenses a dar mais vida ao jogo e a aumentar os níveis de confiança. Aos 13 minutos, Rafa ganhou espaço e rematou forte fora da área, mas o guarda-redes Cássio defendeu à altura.

O Arouca estava apático e com dificuldades em dar a volta à partida. A melhor oportunidade surgiu aos 21 minutos, com dois remates seguidos de David Simão que foram logo travados pela defesa minhota. Ainda antes do intervalo, novamente Pardo voltou a fazer das suas e apareceu isolado na cara de Cássio, valendo a atenção do guarda-redes brasileiro, que conseguiu travar o “chapéu”.

No segundo tempo, os homens do Arouca entraram mais determinados e dificultaram a vida ao SC Braga. O aviso foi feito, bem cedo, num fabuloso remate de Pintassilgo que acabou na trave da baliza de Eduardo. Os minhotos responderam logo de seguida e podiam ter aumentado a vantagem: Aderlan Santos cabeceou forte, na sequência de um canto, mas Cássio estava atento e segurou.

A expectativa do golo fazia-se de ambas as partes, mas a astúcia de um dos melhores jogadores bracarenses em campo, foi mais além. Rafa não desperdiçou a oportunidade e quando o cronómetro marcava 78 minutos, fez o segundo golo entrar pelas redes da baliza arouquense.

A formação de Pedro Emanuel ficou reduzida a dez jogadores e os seus planos afundaram. Os minhotos conseguiriam, finalmente, ficar mais tranquilos e manter a vitória até ao apito final. Não foi um jogo brilhante, mas o objetivo fulcral foi cumprido para o SC Braga, que segue em frente, para os quartos-de-final da Taça de Portugal.