O ABC de Braga recebeu e venceu, na tarde de ontem, o Benfica por 30-25. O jogo da primeira jornada da fase final ficou também marcado pelo regresso do internacional David Tavares, ex- jogador dos encarnados, que agora defende o emblema academista.
Na primeira parte do encontro, ambas as equipas mostraram força de vencer, no entanto o Benfica foi quem tomou o comando do jogo. O ABC de Braga reagiu rapidamente e inverteu a situação, dirigindo a partida até ao apito final.
A dinâmica de jogo academista, aliada à prestação do guardião minhoto Humberto Gomes, foi crucial para a superioridade da equipa da casa. Ao minuto 12, o ABC já vencia por 7-4. As investidas junto da baliza do Benfica eram fortes e eficazes e isso permitiu ao plantel academista avolumar o resultado para 13-8, ao minuto 20. O coletivo de Jorge Rito estava incapaz de acompanhar a velocidade que o ABC imprimia no jogo, chegando ao intervalo a perder por 16-11.
A entrada na segunda parte foi mais confortável para o ABC de Braga, dado que trazia na bagagem cinco tentos de vantagem. A verdade, contudo, é que a turma de Lisboa reentrou melhor. No entanto, os minhotos mantinham-se no comando do encontro e rapidamente ampliaram o resultado para 24-17.
Mais tarde, Ricardo Pesqueira conseguiu aumentar o fosso para 29-23. O ABC de Braga continuava a “reinar” na partida e a vitória sorriu à equipa minhota. No momento do apito final, o marcador fixava os 30-25. Com esta vitória, o ABC coloca-se no segundo posto da tabela classificativa, com 31 pontos.
Destaque para o jogador minhoto Nuno Grilo, com dez tentos conseguidos. Do lado benfiquista, Elledy Semedo foi o melhor marcador, com 13 golos.
O ABC joga, no próximo dia 19 de março, com o Sporting, em casa.