Frente a uma equipa da 3ª divisão, que pretendia mostrar serviço frente a uma equipa do primeiro escalão, o HC Braga sentiu algumas dificuldades, mas conseguiu o apuramento para a eliminatória seguinte da Taça de Portugal, ao vencer por quatro bolas a três.

Os bracarenses entraram bem, marcando dois golos em curto espaço de tempo, aos 12 e 16 minutos. Ricardo Ramos e Eduardo Brás, respetivamente, colocaram o resultado em 0-2. Os locais reduziram-se antes do intervalo, por Daniel Paias, de grande penalidade, transpondo emoção para a segunda parte do encontro.

O HC Braga começou a segunda parte a querer dominar. E dois minutos volvidos dilataram a vantagem – golo do capitão Luís Filipe, através da marcação de uma grande penalidade. Daniel Paias reduziu novamente a vantagem minhota, na conversão de um livre direto, colocando o resultado em 2-3.

Os minhotos voltariam a marcar já na reta final, através de Frederico Saraiva. Apesar da tentativa do HC Braga em gerir jogo, o HC Vasco da Gama nunca baixou os braços e reduziu a desvantagem, novamente através de Daniel Paias.

Até final os locais tentaram levar o jogo para prolongamento. Porém não conseguiram, numa partida bem disputada e que culminou com a passagem do HC Braga aos oitavos de final da Taça de Portugal.