O BC Barcelos derrotou o Vitória SC por 89-85, em jogo da jornada inaugural da Liga Portuguesa de Basquetebol. Depois de ter marcado presença na final do Troféu António Pratas, a turma de Barcelos deu continuidade ao seu excelente início de temporada, mostrando competência para bater o vice-campeão da época transata, num derby bastante disputado e que apenas foi resolvido no prolongamento.

Os comandados de José Ricardo Rodrigues entraram bem na partida, ganhando ligeiro ascendente durante a primeira parte. Liderados por um inspirado Nuno Oliveira, o BC Barcelos revelou maior assertividade ofensiva, tendo ainda limitado o potencial atacante da formação vimaranense. Desta forma, o BC Barcelos construiu uma vantagem de sete pontos, chegando ao intervalo a vencer por 41-34.

No reatamento da etapa complementar, o Vitória conseguiu encostar o resultado (52-51). Os pupilos de Fernando Sá, apesar de continuarem inconstantes ofensivamente, travaram os pontos fortes da turma barcelense, concedendo apenas 11 pontos durante todo o terceiro período.

Nos últimos dez minutos, o equilíbrio foi a nota dominante, com ambas as equipas a proporcionarem um emotivo espetáculo durante todo o último quarto. Neste período, as equipas privilegiaram o jogo ofensivo, apostando na qualidade individual dos seus atletas, com o objetivo de conquistar uma vantagem significativa a seu favor.

No entanto, a menos de um minuto do final da partida, o Vitória conquistou uma vantagem de quatro pontos, deixando o BC Barcelos a duas posses de bola de distância. E quando já tudo fazia prever o triunfo vimaranense, apareceu Nuno Oliveira que, com grande frieza da linha de lance-livre, levou a partida para prolongamento, castigando a incapacidade vitoriana para matar o encontro.

Já no prolongamento, o internacional português Nuno Oliveira voltaria a ser decisivo, já que a 47 segundos do fim do desafio, ampliou para cinco pontos a vantagem barcelense, diferença que o Vitória já não conseguiria alcançar até ao final do encontro.

Destaques individuais para Nuno Oliveira (28 pontos, sete ressaltos e duas assistências) e Igor Dukovic (nove pontos, 14 ressaltos e três assistências) do lado da turma de Barcelos, enquanto João Balseiro (19 pontos, três ressaltos e três assistências) e Marcel Monplaisir (10 pontos e oito ressaltos) foram os elementos mais esclarecidos da formação vimaranense.

Na próxima jornada, o BC Barcelos desloca-se ao reduto do Lusitânia, ao passo que o Vitória SC recebe a Ovarense.