O Grupo de Robótica do Departamento de Electrónica Industrial da UMinho e a SALUSLIVE levam a cabo uma iniciativa de adaptação de brinquedos eletrónicos. Estes serão distribuídos pelas cidades de Braga e Guimarães para serem utilizados por crianças com paralisia cerebral.

Os alunos envolvidos neste projeto assim como o professor responsável, Fernando Ribeiro, trabalham com empenho nesta causa de solidariedade. “Para além de estarmos a dar o melhor a quem mais precisa, aprendemos a valorizar outro tipo de coisas ao entregar os brinquedos adaptados a instituições que acolhem crianças com tantos problemas, na medida em que se torna uma experiência enriquecedora a nível pessoal”, explicou o docente de robótica.

Todos os brinquedos adaptados são doados por alunos e professores. Em entrevista ao ComUM, o aluno Tiago Ribeiro considera que “foi um projeto muito interessante por termos aprendido bastante sobre algo que estamos a dar no nosso curso [Engenharia Eletrónica]”.

Destinados a crianças com necessidades especiais, estes brinquedos são adaptados com várias funcionalidades. Os alunos adicionam leds e retiram o movimento a carrinhos e comboios. O laboratório é, assim, transformado numa oficina de Natal de brinquedos solidários capazes de surpreender as crianças.

Tiago Ribeiro referiu ainda que este projeto contribuiu também para o crescimento pessoal de cada um dos intervenientes. O estudante de Engenharia Eletrónica revela que o projeto “deu a oportunidade de ajudar estas crianças com necessidades especiais e de lhes ver a felicidade na cara ao ver que, com o nosso trabalho, já lhes é possível desfrutar de um brinquedo a 100%, coisa que sem a nossa ajuda era completamente impossível”.

 

Liliana Malainho

Renata Cunha