No número 26 da Rua do Souto, em Braga, celebra-se o Natal. Já há mais de 30 anos que a véspera de Natal se festeja de banana e moscatel na mão. 

A tradição bracarense teve origem nos anos 70. Manuel Rio, proprietário do antigo armazém de bananas, que é hoje a Casa das Bananas, juntou ao armazém um balcão para servir bebidas, de modo a melhorar o negócio. No “Bananeiro”, localizado numa das ruas principais do centro histórico da cidade, juntaram-se amigos seus e colegas de liceu do filho para assinalar a data natalícia. Foi com um cálice de vinho moscatel de Setúbal e uma banana da Madeira a acompanhar, já que era o “produto da casa”, que celebraram o Natal. Assim, inesperadamente, ano após ano, o fenómeno foi crescendo e juntando mais seguidores.

Começou por ser um pequeno encontro de amigos. Hoje, é uma das tradições mais populares de Braga, concentrando milhares de pessoas que convivem e festejam a época com um brinde invulgar.

O costume tem início a meio da tarde do dia 24 e dura até à hora da consoada. Enche a Rua do Souto e zona envolvente com curiosos, que vêm experimentar pela primeira vez, e com clientes regulares.

Em Braga, o desejo de Boas Festas é feito num ambiente animado, acompanhado por uma banana e moscatel.