O Gil Vicente foi hoje mais uma vez derrotado, desta vez na casa do Estoril em jogo a contar para a Taça da Liga. Alguns bons momentos dos gilistas não evitaram um 3-0, com golos de Kléber, Cabrera e Sebá.

Foi no minuto 81 que se deu o melhor momento do jogo. Um tiro certeiro de Sebá, número 19 do Estoril, deixou o guardião das redes do Gil Vicente, Caleb, sem hipótese e deu o terceiro golo ao clube de Cascais. E assim se fechava um jogo em que a equipa da casa mostrou superioridade face ao clube de Barcelos.

Num estádio maioritariamente vazio, os primeiros minutos foram equilibrados, com alguns ataques de ambos os lados, inclusive um de grande perigo do Gil Vicente. Seria, porém, o Estoril a conseguir marcar, com um passe certeiro de Fernandinho para Kléber, que colocou a bola nas redes do adversário.

Já com um golo faturado, o Estoril não desistiu, mostrando ataques muito rápidos aos quais a defesa do Gil, principalmente Gladstone – que por vezes parecia dormir que nem uma pedra em pleno campo – não conseguia responder com eficácia. Kléber quase bisou numa tentativa acrobática de tentar bater Caleb, que defendia a baliza do Gil Vicente.

A defesa praticamente passiva do Gil, quase a antítese do que se passava do lado do clube canarinho, deixou abertas suficientes para que o Estoril criasse vários momentos de perigo, resultando um deles no 2-0, num golo de Cabrera no final da primeira parte.

O segundo tempo não registou grandes mudanças na tendência de jogo, com clara superioridade do Estoril, enquanto o Gil Vicente parecia apenas responder ao que a equipa da casa fazia, apesar de alguns ataques bem construídos – não o suficiente, no entanto, para desarmar a defesa dos canarinhos.

O golo de Sebá, resultado de uma finalização fantástica, já nos últimos dez minutos de jogo, selou o resultado em 3-0. O Gil Vicente está assim com zero pontos no Grupo B da Taça da Liga, praticamente afastado das meias-finais.