O Gil Vicente saiu derrotado, esta tarde, pelo Arouca por 3-1. Num jogo disputado no campo arouquense, os gilistas deram pouca luta à equipa da casa e acabaram derrotados.

Com o objetivo de escapar à linha de água, ambas as equipas começaram a partida um tanto nervosas, ao estarem demasiado concentradas nas respetivas defesas, arriscando pouco.
Os gilistas, após a fase de impasse, ainda tiveram em ascendência, porém, não existiram oportunidades claras de ataque.

Entretanto, os adversários mostraram maior organização, o que resultou na crescente superioridade da equipa. E foi na sequência da marcação de um livre, depois de uma falta cometida por Kayembe, que chega o primeiro golo da partida. Na marcação do livre, Iuri Medeiros concretiza com sucesso para a equipa da casa (1-0).

O primeiro golo foi suficiente para levar o jogo a um só rumo: o comando da partida por parte do Arouca. Ainda antes do desfecho da primeira parte, o Gil desperdiçou uma grande oportunidade de empatar. Pouco antes do árbitro de apitar para o descanso, a equipa orientada por Pedro Emanuel resolve o encontro. Iuri Medeiros destaca-se de novo, mas desta vez pela assistência a Kayembe, que fez o 2-0.

Após o intervalo, tudo indicava para a derrota quase definida dos gilistas frente aos arouquenses. Tal se veio a confirmar com o golo de Roberto, ao subir para três o número de golos marcados frente aos visitantes.

O Gil Vicente desperdiçou a oportunidade de fugir à linha de despromoção e o seu calendário próximo espera-se de extrema dificuldade. Terá de receber o SC Braga, o Benfica e o FC Porto, o Gil desperdiçou a oportunidade de fugir à linha de despromoção. Quanto à equipa da casa, os três pontos permitem-lhes dividir, juntamente com o Vitória de Setúbal, a 15ª posição.

Na próxima jornada, os gilistas irão receber o Braga.