O Moreirense recebeu, esta quarta-feira, o Vitória de Setúbal, e venceu por 1-0, passando assim à fase de grupos da competição. Foi a primeira vitória da época, numa partida jogada a um ritmo lento, que só foi resolvida aos 90 minutos.

A formação de Moreira de Cónegos entrava nesta partida ainda sem somar qualquer vitória no campeonato, nem na Taça de Portugal, competição da qual foi eliminada diante do Desportivo das Aves, no sábado passado.

A primeira parte da partida não contou com qualquer grande oportunidade de golo. Nenhuma das equipas se superiorizava à outra, embora o Moreirense tivesse conseguido rematar mais vezes à baliza dos visitantes, nomeadamente através de Boateng.

O segundo tempo já mostrou maior intensidade, logo a abrir a etapa complementar. Aos 48 minutos, André Fontes vê o árbitro anular-lhe um golo, e pouco tempo depois, aos 53 minutos, os sadinos viam William a levar a bola ao poste da baliza do Moreirense.

As oportunidades falhadas iam-se acumulando, a frustração dos jogadores crescia com o tempo (vários cartões amarelos mostrados nesta segunda parte), e dado o ritmo parado do encontro, parecia que este ia ser desempatado nas grandes penalidades.

No entanto, em cima do minuto 90, Rafael Martins, que entrara aos 75 minutos, surpreendeu a defesa do Vitória e sentenciou o jogo para a formação de Miguel Leal.

O árbitro ainda concedeu cinco minutos de compensação, mas o Vitória de Setúbal não conseguiu inverter o resultado.

O Moreirense passa assim à fase de grupos da Taça da Liga, sabendo as restantes equipas do seu grupo na próxima semana.