O ABC/UMinho bateu o Sporting CP por 35-33, após prolongamento, na final da Taça de Portugal. Na Final Four realizada em Fafe, a formação de Carlos Resende chegou ao jogo decisivo, que se realizou domingo, depois de ter eliminado o FC Porto.

Com sede de vitória, a equipa minhota demonstrou desde o início da partida vontade de levar o troféu para casa. Ao intervalo, o ABC/UMinho ganhava por 19-14. Apesar das dificuldades sentidas no primeiro tempo, o Sporting CP mostrou que ainda tenho argumentos para discutir o triunfo e conseguiu chegar ao empate já no término da segunda parte.

No prolongamento, o ABC/UMinho não ficou afetado pela recuperação leonina e foi mais forte que o adversário. Acabou o jogo com uma vantagem de dois golos e, dessa forma, levantou a Taça de Portugal.

Antes deste derradeiro encontro, no sábado, os bracarenses derrotaram o FC Porto por 23-22. Numa partida equilibrada do primeiro ao último minuto, só a dois segundos do fim é que o ABC/UMinho conseguiu desatar o nó no marcador. Pedro Seabra fez explodir de alegria os adeptos da equipa minhota com um remate certeiro que selou o passaporte para a final.

Dois anos depois, a formação de Braga reconquistou o troféu e alcançou a 12ª Taça de Portugal do seu palmarés.

 

Texto: Diogo Bastos e Vanda Elias