A nova temporada de andebol inicia-se com mais uma equipa minhota no principal escalão da modalidade em Portugal. Depois de dois anos de ausência, os vimaranenses do Xico Andebol confirmaram o regresso à primeira divisão.

Contrariar a história…

Desde 2009, ano de fundação do Xico Andebol (depois da extinção do Desportivo Francisco de Holanda), a equipa da cidade-berço já por duas vezes foi relegada para o segundo escalão do andebol português. No período entre esses dois momentos, o Xico Andebol apenas se manteve por uma temporada na primeira divisão.

Assim, é importante contrariar este dado e, tal como afirmou o técnico Eduardo Fernandes, cimentar a posição dos minhotos no panorama do andebol português. Em ano de estreia na principal prova da modalidade em Portugal, o treinador admitiu que apenas com muito trabalho o grupo conseguirá alcançar os seus objetivos e que esta será, de um ponto de vista mais pessoal, uma época de aprendizagem e crescimento.

Aposta na continuidade

Em termos de plantel, o Xico Andebol optou por manter grande parte dos jogadores que garantiram a subida de divisão na época transata. Para além disto, a formação minhota fez subir à equipa sénior alguns juniores, apostando assim na “prata da casa”. Os maiores destaques a nível de aquisições vão para as chegadas de Gualter Furtado e Bruno Tavares, dois jogadores cabo-verdianos, ao clube.

De forma conclusiva, é possível prever que o Xico Andebol vá lutar pela permanência, tentando fazer um campeonato o mais tranquilo possível. Acrescentando a isto, a formação de Guimarães pode aproveitar competições como a Taça de Portugal -prova que venceu na temporada 2009/2010- para ganhar algum destaque.