Pressão final dos vitorianos não chegou para evitar nova derrota. A formação de Fernando Sá vive o pior momento da época com três derrotas consecutivas.

A má fase vimaranense teve mais um episódio neste jogo frente à UD Oliveirense. Apesar do bom início dos “conquistadores”, a equipa de Oliveira de Azeméis saltou para a frente do marcador aos dez minutos de jogo e nunca mais largou a vantagem até ao final. Em jogo a contar para a 22ª jornada da LPB, o Vitória perdeu por 76-68, frente à UD Oliveirense, em jogo disputado no Pavilhão Doutor Salvador Machado.

O Vitória SC até começou bem o encontro. Com cinco minutos jogados, os minhotos venciam por uma margem de sete pontos. Contudo, os jogadores da equipa da casa reagiram e rápido passaram para frente do marcador. No final do primeiro tempo ganhavam por 23-19.

O segundo tempo acentuou o domínio da UD Oliveirense. Sempre na frente do marcador, os comandados de Norberto Alves ampliaram a diferença entre as equipas e chegaram ao intervalo a vencer por 43-36.

No terceiro tempo, a UD Oliveirense veio disposta a alargar a vantagem, para depois geri-la no final. E foi isso mesmo que aconteceu. O jogo registou a maior diferença entre as equipas à passagem do minuto 26, quando a Oliveirense vencia os minhotos por 56-41. Até ao final do encontro os homens da casa controlaram a partida e nunca permitiram uma reação dos pupilos de Fernando Sá.

Miguel Cardoso foi a figura de destaque da formação minhota, com 20 pontos, 2 ressaltos e 5 assistências.

Com esta derrota, o Vitória SC termina a fase regular da LPB no quinto lugar, somando 34 pontos. O próximo jogo será a contar para a segunda fase de apuramento do campeão da LPB.