Valeu o avançado de 25 anos a dar a vitória ao conjunto minhoto. Os 74 pontos alcançados são um recorde da equipa bracarense na Liga NOS.

Na visita a Belém, a formação do SC Braga venceu, pela margem mínima, a equipa do Belenenses, por 0-1, em jogo referente à 32ª jornada da Liga NOS. Depois de no último jogo a turma de Abel Ferreira ter igualado o recorde de pontos conquistados na liga, a formação minhota bate, assim, o registo alcançado por Domingos Paciência, na época de 2010/2011.

Apesar de uma semana atribulada da equipa da casa, com diversos jogadores de fora por lesão, o conjunto do Belenenses desde cedo tentou criar problemas ao conjunto minhoto. Com um bloco baixo, a procurar as bolas em profundidade, a primeira metade ficou marcada pelo equilíbrio. O Braga tomava as rédeas do jogo, mas com pouca clarividência no último passe, muito por culpa da boa atuação da linha defensiva dos azuis do Restelo.

A melhor oportunidade, porém, viria a aparecer para o lado minhoto. Perto da meia hora de jogo, Paulinho recebe uma bola direcionada por André Horta e, num movimento espetacular, remata de pé esquerdo, com a bola a embater com estrondo no poste da baliza de André Moreira. Infelicidade para o avançado minhoto, que viu assim negado um golo que daria vantagem à sua equipa ainda nos primeiros 45 minutos. O intervalo chegava e o nulo mantinha-se no marcador.

O segundo tempo trouxe um Braga mais pressionante, a encostar o Belenenses na sua área defensiva. Wilson Eduardo, aos 53 minutos, teve uma boa chance nos pés para inaugurar o marcador, mas o remate saiu fraco. Logo depois foi Maurides, que num cabeceamento, quase colocou os homens da casa na frente. As oportunidades surgiam, mas o golo tardava a aparecer.

Ao minuto 60, surgiu um dos lances capitais do jogo. Paulinho, após passe de Ricardo Horta da esquerda, colocou a bola no fundo da baliza de André Moreira. Porém, o lance viria a ser invalidado. Com recurso ao VAR, o árbitro Tiago Martins anulou o golo ao Braga, por pretensa falta no princípio da jogada por parte de Esgaio.

Já depois de Abel Ferreira ter sido expulso, por protestos sobre o golo anulado à sua equipa, a turma minhota inaugurou o marcador. Aos 75 minutos, nova perda de bola por parte da equipa do Belenenses. Nuno Tomás consegue à primeira intercetar um remate de Wilson Eduardo, mas a bola sobrou para Paulinho, com este a só ter de encostar para o fundo da baliza. Até ao final, o SC Braga soube controlar a partida e somou assim três importantes pontos na luta pelo pódio.

Vitória moralizadora num terreno difícil, que faz com que o Braga some agora 74 pontos, encontrando-se no quarto posto, a três pontos do segundo classificado. Na próxima jornada, a turma de Abel Ferreira recebe o Boavista.