Derrota frente ao FC Porto mantém turma liderada por Vítor Silva em lugares de despromoção. A superioridade ofensiva dos visitantes foi evidente no segundo tempo.

Em jogo a contar para a 20ª jornada do Campeonato Nacional da 1ª Divisão de Hóquei em Patins, o HC Braga saiu derrotado frente ao FC Porto por 2-5. Os minhotos mantêm-se em zona de despromoção, com 11 pontos.

O golo inaugural dos visitantes surgiu por intermédio de Jorge Silva, que não vacilou na primeira grande oportunidade da equipa. Dois minutos depois, ocasião flagrante para os minhotos. Contudo, no lado adversário estava Filipe Magalhães, que defendeu o penálti de Pedro Delgado.

Com a equipa azul e branca a vencer pela margem mínima ao intervalo, o jogo permanecia em aberto. Aliás, foi visível durante quase todo o duelo um maior equilíbrio entre as duas formações em relação a encontros anteriores.

No início da segunda metade, Jorge Silva voltou à carga e ampliou a vantagem no marcador. Feito que António Trabulo anulou, momentos depois, com o primeiro tento do conjunto liderado por Vítor Silva.

Nos últimos cinco minutos do encontro, não faltaram emoções. Depois de Francisco Veludo ter segurado o resultado ao defender uma grande penalidade favorável ao FC Porto, os bracarenses chegaram mesmo a empatar por Márcio Rodrigues.

Contudo, o HC Braga foi engolido pela supremacia dos dragões nos instantes finais. Os três golos de rajada de Reinaldo Mallea, Gonçalo Alves e Hélder Nunes propiciaram, assim, uma derrota caseira por 2-5.

Com este resultado, o HC Braga mantém-se em zona de despromoção, no 12º lugar, com 11 pontos. Por sua vez, a equipa orientada por Guillem Cabestany ocupa o terceiro posto, com 51, a par do segundo classificado SL Benfica. Para a próxima jornada, os bracarenses defrontam o líder do campeonato, o Sporting CP.