Num jogo muito disputado, os vimaranenses perderam já nos segundos finais. A equipa do Vitória SC assegura o quinto posto do Playoff de Campeão.

O FC Porto recebeu o Vitória SC, esta tarde, no Dragão Caixa, em jogo a contar para a 10º jornada do do Grupo A da Liga Portuguesa de Basquetebol. Os “dragões” derrotaram por 102-100 a turma vitoriana, já nos instantes finais do encontro.

No decorrer do primeiro período, a equipa minhota estabeleceu o seu lugar na partida. Apesar da liderança inicial dos portistas, e após a igualdade no marcador de 16-16, aos quatro minutos, a equipa anfitriã permitiu a dilatação da vantagem do adversário.

Com transições ofensivas eficazes e uma posse de bola curta no meio-campo adversário, o Vitória SC foi impondo o seu ritmo no Dragão Caixa. O FC Porto encontrou dificuldades em parar o ataque vimaranense e os minhotos iam aproveitando para surpreender.

A turma oriunda de Guimarães, dirigida por Fernando Sá, manteve no segundo tempo o registo anterior, submetendo os azuis e brancos a uma distância pontual de dez pontos nos segundos iniciais. Rui Coelho, jogador da formação minhota, selou aos 12 minutos aquela que viria a ser a maior distância pontual do encontro: 12 pontos. O marcador indicava, assim, 25-33.

A formação azul e branca entrou para a terceira parte com uma desvantagem de cinco pontos (48-53), correndo, por isso, atrás do prejuízo e da igualdade no marcador. Deste modo, a três minutos do fim do terceiro período, a equipa liderada por Moncho López, passou para a frente no marcador (71-70), por intermédio de Miguel Queiroz, na marcação de três lançamentos livres.

A vantagem foi interrompida pela turma vimaranense, que pelas mãos de Nealy, restabeleceu a igualdade. Num parcial bastante renhido, a equipa visitante acabou por terminar a terceira parte a vencer pela margem mínima de 75-76.

O início da quarta parte desenrolou-se à semelhança do anterior, com a equipa minhota a tentar segurar a liderança do encontro e a turma anfitriã a aproximar-se da igualdade pontual no marcador. Os vimaranenses dilataram a diferença pontual para 82-86, nos primeiros três minutos, porém, a faltar quatro minutos para o fim da partida, a equipa portuense colocou-se em vantagem no marcador, vencendo por 92-88.

A equipa do FC Porto, na tentativa de liderar o final do encontro, estabeleceu pela primeira vez no marcador uma distância pontual de seis pontos (94-88). A vantagem viria a ser contrariada pela equipa do timoneiro Fernando Sá, a cinco segundos do fim, na cobrança de dois lançamentos livres que estabeleceram a igualdade no marcador em 100-100. A equipa visitante controlou a partida na maioria do tempo regulamentar, contudo, o encontro terminou com uma vitória para o FC Porto por 102-100.

Assim, a formação liderada por Moncho López soma a quarta vitória consecutiva, enquanto os vimaranenses regressam às derrotas. O FC Porto fica assim com o terceiro posto garantido nesta fase da competição. Já o Vitória SC fica no quinto posto. As equipas vão agora disputar o playoff de apuramento do campeão. Os minhotos defrontam o CAB Madeira, sendo que o FC Porto joga com com o Illiabum na primeira ronda.