Homem do jogo

Robinho

O internacional russo foi sempre muito influente na partida e ameaçou diversas vezes a baliza do SC Braga/AAUM. O golo do atleta de 35 anos surgiu ao minuto 33, tratando-se de um “balde de água fria” para os minhotos. Assim sendo, acabou por consumar a reviravolta, tornando-se no herói dos benfiquistas.

Em cima

Vítor Hugo

O guarda-redes dos bracarenses esteve em evidência, principalmente na primeira parte, ao fazer diversas defesas que seguraram a vantagem do SC Braga/AAUM até ao intervalo. Na segunda metade não teve tanta sorte, mas nada pôde fazer quanto a isso. Já depois de ter sofrido um golo, acabou por levar o segundo cartão amarelo e receber, consequentemente, ordem de expulsão.

Atitude bracarense

Apesar de todas as circunstâncias da partida, o SC Braga/AAUM nunca deixou de acreditar e lutou sempre até ao último segundo. Os adeptos presentes deram apoio para que a equipa persistisse e foi isso que aconteceu. O resultado não sorriu aos minhotos, mas fica a boa réplica deixada frente a uma das melhores formações deste campeonato.

Em baixo

Expulsões

Num jogo que tinha tudo para ser um grande espetáculo de futsal, acabou por ficar marcado pelas duas expulsões na segunda metade. Primeiro foi Roncaglio, guarda-redes do SL Benfica, que recebeu cartão vermelho direto por ter agredido André Machado. De seguida, Vítor Hugo, guardião do SC Braga, viu o segundo amarelo após uma entrada dura sobre André Coelho.