Resultado histórico frente a uma equipa que não perdia em casa desde abril de 2016. Douglas foi herói em jogo frenético proporcionado por ambas as equipas.

FC Porto e Vitória SC entravam na terceira jornada da Liga NOS em cenários completamente diferentes. Os dragões venceram as duas primeiras partidas do campeonato e, pelo contrário, os conquistadores perderam ambos os jogos disputados. No fim dos 90 minutos, o triunfo acabou por sorrir aos comandos de Luís Castro, tendo os vimaranenses vencido por 2-3.

O FC Porto entrou mais dominante criando algumas oportunidades. Decorria o minuto seis e Douglas já brilhava entre os postes, após um remate de Herrera. O guardião vitoriano evitou o primeiro tento portista com mais uma boa intervenção a um cabeceamento de Felipe, ao minuto 20.

O golo da equipa da casa acabou por aparecer ao minuto 37 através de uma boa triangulação entre Brahimi e André Pereira, onde o argelino não deu hipóteses de defesa a Douglas. O FC Porto aproveitou o facto de os vimaranenses estarem em inferioridade numérica, após lesão de Amoah, para se adiantar no marcador.

À passagem do minuto 43, os atuais detentores do título nacional aumentaram a vantagem com um golo de André Pereira. O lance gerou polémica já que o jogador se encontrava em posição irregular e o VAR não interveio devido a um problema técnico.

O Vitória SC não estava com caminho facilitado para a baliza, no entanto, valeram os lances de bola parada para a formação minhota criar algum perigo. Exemplo disto foi o remate de André André na sequência de um canto à passagem do minuto 45.

Na segunda parte, o jogo começou mais repartido e ao minuto 63 André André aproveitou para concretizar uma grande penalidade assinalada por Fábio Veríssimo. O ex-FC Porto reduziu assim a diferença e relançou a incerteza na partida.

Como se previa, após o golo, o Vitória SC “acordou” e, ao minuto 76, Tozé restabeleceu a igualdade no encontro. O ex-jogador portista recebeu sobre a direita e aproveitou o desfalque na defesa adversária para fazer o 2-2.

Os conquistadores ganharam ainda mais ânimo e, ao minuto 88, Welthon ganhou a bola, passou para Davidson que rematou forte e colocou os minhotos em vantagem pela primeira vez no encontro. Os minutos finais fizeram sofrer os corações vitorianos, mas Douglas virou herói e impediu o FC Porto de chegar ao terceiro golo, e consequente empate.

Na próxima jornada, o Vitória SC recebe o Tondela num encontro marcado para 31 de agosto, às 21h15.