Homem do jogo

Paulo Vinícius

Portador de uma estampa física invejável e de uma excelente agilidade, Paulo Vinívius foi o homem “mais” na turma de Victor Tchikoulaev. Importante tanto no momento defensivo como na vertente ofensiva do encontro, o lateral terminou o jogo como melhor marcador da partida ao apontar sete golos. Aos 20 anos, o jovem brasileiro vai mostrando, semana após semana, que tem qualidade para voos mais altos.

 

Em cima

Reyniel

Elias Vilela, ponta da equipa do Arsenal C. Devesa, vai ter “pesadelos” com o guarda-redes cubano nos próximos dias. Foram inúmeras as vezes em que o jogador apareceu a rematar pelo lado direito, mas o guardião do AC Fafe respondeu quase sempre com qualidade. Imponente, Reyniel ocupou muito bem o espaço na baliza, tendo sido ele um dos responsáveis pelo grande diferencial conseguido pelos fafenses nos momentos iniciais do encontro.

Luís Nunes

Sendo certo que a sua utilização tem de ser gerida com pinças, a verdade é que o jogador de 39 anos ainda apresenta muita qualidade. Para além de todas as valências que demonstra dentro do terreno de jogo, o lateral é um dos líderes da turma fafenses, sendo recorrente vê-lo a dar instruções aos seus colegas quando está no banco de suplentes. Destaque ainda para a forma inteligente como cobrou o livre de sete metros à passagem do minuto 51 e para o remate efetuado ao minuto 58 que quase resultou no golo da tarde.

 

Em baixo

Desequilíbrio na partida

O facto de se estar perante um dérbi minhoto fazia antever uma partida equilibrada,mas a verdade é que houve muito AC Fafe para pouco Arsenal C. Devesa. Apenas um golo nos treze minutos iniciais da partida para a turma de Domingos Nunes acabou por ser decisivo para as contas da partida, tendo a diferença de golos entre ambas as equipas estado fixada quase sempre nos dez golos.

Início de temporada do Arsenal C. Devesa

É certo que o Arsenal C. Devesa defrontou alguns do crónicos candidatos ao título nas primeiras jornadas do campeonato, mas seis derrotas em seis jogos para os pupilos de Domingos Nunes não é um bom prenúncio daquilo que pode ser a época dos bracarenses. Na próxima jornada os arsenalistas recebem o FC Porto no Pavilhão Flávio Sá Leite.