A CP prevê “supressões e fortes perturbações” na circulação ferroviária na próxima segunda-feira, dia 1 de outubro.

A convocatória de greve na CP para segunda-feira surge no seguimento da contestação dos trabalhadores das bilheteiras e revisores da CP contra a ausência de contratação de funcionários. Contesta-se, ainda, o aumento do número de comboios e a negociação para o contrato coletivo.

Através do comunicado é salientado que serão assegurados serviços mínimos, de realçar a existência de três comboios com origem e destino a Braga e apenas um com origem e destino a Guimarães. A lista de transportes pode ser consultada no documento disponibilizado pela CP.

Através da sua página oficial, a CP alerta que a greve vai afetar todos os serviços – Comboios Urbanos de Lisboa e do Porto, Alfa Pendular, Intercidades, Internacionais, Inter-Regionais, Regionais e Comboios Urbanos de Coimbra. No documento disponibilizado pela CP frisa-se, também, que os transtornos poderão afetar o funcionamento dos serviços no fim da tarde deste domingo, 30 de setembro, e ainda a próxima terça-feira, 2 de outubro, para além das 24 horas de segunda-feira. Anuncia-se que não serão cedidos transportes alternativos.

A empresa pública esclarece, no comunicado, que “aos clientes que já tenham bilhetes adquiridos para viajar em comboios dos serviços Alfa Pendular, Intercidades, Regional e Celta que não se realizem, a CP permitirá o reembolso no valor total do bilhete adquirido, ou a sua revalidação, sem custos, para outro dia/comboio”.