A partida esteve empatada por duas vezes, mas Shoya Nakajima, decisivo na partida, carimbou a primeira vitória dos algarvios.

O Vitória Sport Clube deslocou-se ao Algarve para disputar a partida referente à 5ª jornada da Liga NOS frente a um adversário que ainda não tinha vencido na competição esta época. À procura da primeira vitória, o Portimonense foi mais eficaz e venceu os minhotos por 3-2.

As duas equipas apresentaram-se em campo com novidades. Do lado do Vitória SC, Florent foi baixa de última hora, depois de nos últimos três jogos ter sido titular, tendo entrado Rafa Soares para a posição de lateral-esquerdo. Em relação à partida frente ao Tondela, Luís Castro apostou ainda em André André, Matheus Oliveira e Tallo Jr. para os lugares de Amoah, Whelthon e Davidson.

Do lado dos algarvios, António Folha fez cinco mexidas no onze: deu a titularidade ao guarda-redes Leo, em vez de Ricardo Ferreira e substituiu os castigados Lucas Possignolo e Manafá com as entradas de Jadson e Guilherme Lazaroni. Para além disso, foram ainda a jogo Paulinho e João Carlos, nos lugares de Dener e Wellington.

Os algarvios entraram melhor e, numa altura em que o cronómetro ainda não tinha chegado aos cinco minutos, Nakajima inaugurou o marcador e colocou o Portimonense em vantagem. O japonês recebeu um passe longo de Paulinho, passou pelos adversários e rematou rasteiro para o lado esquerdo da baliza de Douglas.

Os vimaranenses sentiram várias dificuldades para entrar na área adversária e apenas por uma vez ameaçaram a baliza de Leo, num remate de André André. A formação de Folha acabou por conseguir controlar o jogo até ao intervalo.

No segundo tempo, e depois de Luís Castro mexer na equipa, o Vitória chegou ao empate através de um autogolo de Jadson, aos 69 minutos. No entanto, quatro minutos depois, Paulinho voltou a colocar a equipa algarvia na frente do marcador (2-1).

A partida ficou ainda marcada pela entrada de Jackson Martinez, que, após quase dois anos de ausência, regressou aos relvados. O colombiano ainda acertou no ferro, aos 76 minutos, na sequência de um canto.

Os minutos finais foram intensos, com os minhotos a restabelecer a igualdade, desta vez por Ola John aos 82 minutos, e o Portimonense a carimbar o triunfo quatro minutos depois, com mais um golo de Nakajima (3-2).

Com este resultado, os vimaranenses sofreram a terceira derrota na competição e ocupam agora o nono lugar da tabela classificativa. Por outro lado, os algarvios alcançaram o primeiro triunfo da temporada, estando posicionados na 15ª posição da Liga NOS. Na próxima jornada, a formação de Luís Castro recebe o Vitória de Setúbal, já o Portimonense desloca-se a Aves.