Pavilhão Municipal Cidade de Tomar assistiu a um jogo com um resultado raro no hóquei em patins. Ricardo Silva esteve em destaque para os barcelenses.

O OC Barcelos visitou, esta quarta-feira, o terreno do SC Tomar, num jogo a contar para a oitava jornada do Campeonato Nacional da I Divisão. Os barcelenses empataram 0-0, naquela que foi uma boa partida e na qual apenas faltaram os golos.

O encontro iniciou-se de forma equilibrada, mas aos poucos foi a equipa tomarense quem tomou a iniciativa do jogo e criou mais perigo. Depois de já ter enviado duas bolas aos ferros da baliza defendida por Ricardo Silva, o SC Tomar dispôs de um livre direto ao minuto 16. Após uma falta cometida por Gonçalo Nunes, João Sardo não conseguiu superiorizar-se ao guardião do conjunto minhoto.

Com a formação de Paulo Pereira a jogar em inferioridade numérica, o OC Barcelos viu a equipa de arbitragem assinalar uma grande penalidade a favor dos SC Tomar. Guilherme Silva foi chamado a converter, mas uma boa intervenção de Ricardo Silva evitou a vantagem para a equipa da casa. Até ao intervalo acabou por haver mais SC Tomar, perante um OC Barcelos a defender bem e a não permitir concretizações ao conjunto tomarense.

Na segunda parte, o cenário manteve-se. Embora fosse a equipa da casa a mais perigosa, Ricardo Silva esteve ao seu melhor nível, negando por várias vezes o golo aos visitados. O SC Tomar esteve por cima do jogo a maior parte do tempo, mas o empate acabou por ser justo, pela forma como a formação de Barcelos soube encarar o seu adversário. Nos minutos finais da partida ainda ocorreu um lance polémico no qual parece que a bola entra nas redes do OC Barcelos, mas a equipa de arbitragem nada assinou.

Com este resultado, o OC Barcelos ocupa agora o quinto lugar com 16 pontos, os mesmos que o FC Porto. Na próxima jornada, os barcelenses jogam em casa contra a UD Oliveirense, num encontro a contar para a nossa jornada do Campeonato Nacional da I Divisão.