O quinto álbum do cantautor sueco sairá em abril. Na próxima semana será lançada uma nova canção.

The Tallest Man on Earth trouxe a folk de sotaque sueco a Guimarães. Entre canções mais antigas, Kristian Matsson revelou algumas músicas novas do quinto álbum, que sairá em abril. A boa disposição e o sentido de humor do cantautor “de canções tristes” roubaram fortes gargalhadas ao Centro Cultural Vila Flor (CCVF).

The Tallest Man on Earth

Cátia Barros / ComUM

Com a sala esgotada e as luzes desligadas, uma gravação de “För sent för Edelweiss” começou a tocar. The Tallest Man on Earth apareceu pouco depois. Com uma grande pirueta sob um único foco de luz, o cantautor saudou a sala esgotada do CCVF, pegou na guitarra e deu início a “Like the Wheel”.

Kristian foi incansável. No palco levou as suas muitas guitarras a dançar. Em bicos de pés passeou como um bailarino de ballet. Ao final da quarta canção, não pôde deixar de fazer a primeira grande piada da noite. “Vocês devem estar a pensar: está na quarta canção e já está todo suado”.

Nas pausas entre as canções, The Tallest Man on Eath brilhou. O cantor divertiu a plateia com comentários engraçados e piadas sobre as “canções tristes”. “Sou uma pessoa feliz, mas escrevo canções tristes. É assim que vivo”.

Tocava uma canção e trocava a guitarra. Anna esteve sempre à espreita, atrás do palco, para trazer e levar os instrumentos do músico. Quando não lhe trouxe nada, Kristian brincou com a situação. “Ela quer que eu treine no piano”. E assim fez. Sentou-se ao piano, começou a tocar e embalou o público nas “Little Nowhere Towns”.

Mas as brincadeiras do músico com a “técnica de guitarras” não terminaram com o episódio do piano. “Quando ela regressar, gritem”, pediu o músico. E o público cumpriu. Assim que Anna regressou com uma guitarra, recebeu também uma grande salva de palmas da plateia. O público rendeu-se a Kristian. Não havia cadeiras livres na plateia do CCVF. E nessas cadeiras, muitos ondularam ao som da folk de amor e sofrimento do “homem mais alto do mundo”.

“I won’t be found”, “Love is All”, “The Gardner”, “I’m a stranger now”, bem como a mais recente, “Somewhere in the Montains”, foram algumas das canções que preencheram a noite no Vila Flor. Ao fim de quase duas horas, Kristian tinha ainda mais 2 canções para tocar. Os sucessos “King of Spain” e “Dreamer” fecharam o concerto em nota alta. Mas o público não deixou Kristian ir-se embora. Levantaram-se das cadeiras e aplaudiram freneticamente até ao Tallest Man on Eath voltar a palco.

No encore, o cantautor apareceu com uma guitarra portuguesa. “Deram-me isto ontem”, informou com um grande sorriso. “Quando me deram isto, fiquei: ‘que afinação estranha. Conheço de algum lado’”. Apontou o microfone para a guitarra portuguesa para ampliar o som e começou a cantar “Sagres”.

Após um encore muito aplaudido, Kristian despediu-se de Guimarães com três vénias. Na plateia, o público levantou-se para aplaudir, gritar e agradecer o espetáculo.

O quinto álbum de Tallest Man on Earth tem lançamento previsto para abril de 2019. Na próxima semana, o cantautor sueco irá revelar uma nova canção deste álbum. “Mas não contem a ninguém”, brincou.