Reviravolta na segunda parte permitiu ao ABC/UMinho avançar na Taça de Portugal. Miguel Batista foi o melhor marcador do encontro.

A festa da Taça de Portugal chegou este sábado ao Pavilhão Flávio Sá Leite. ABC/UMinho e SL Benfica encontraram-se para disputar uma vaga nos quartos de final da prova, tendo os minhotos acabado por levar a melhor, com uma vitória por 23-18.

Depois de serem afastados da fase de apuramento de campeão no Campeonato Andebol 1 a meio da semana, os bracarenses entraram no encontro desconcentrados e a falhar no momento da finalização. Os encarnados aproveitaram, assim, para disparar no marcador e, aos 20 minutos, a diferença era de cinco golos (4-9).

Após uma recuperação impressionante da equipa da casa, a partida ficou relançada, e ficou bem notada a diferente atitude dos comandados por Jorge Rito. À saída para os balneários, o placard já marcava um empate a nove golos.

No minutos iniciais da segunda parte o equilíbrio foi evidente, com o jogo a estar empatado por diversas vezes, sem grandes mudanças no líder do jogo. Apesar disso, na reta final do encontro, Miguel Batista assumiu-se como o homem do jogo, tendo contribuído para a recuperação dos minhotos. Ao apontar sete golos do Académico, o lateral foi o rosto do caudal ofensivo do ABC/UMinho nos últimos 20 minutos. Com o soar da buzina para o final da partida, o resultado fixou-se em 23-18.

Após garantir a passagem aos quartos de final da Taça de Portugal, o ABC/UMinho foca-se agora na tarefa de se manter na primeira divisão do andebol nacional. O próximo adversário dos minhotos é o Boa-Hora FC, num jogo disputado novamente no Pavilhão Flávio Sá Leite.