Homem do jogo

Miguel Baptista

Excelente exibição do camisa cinco da turma bracarense. Com uma enorme intensidade, sobretudo no capítulo defensivo, o jogador de 23 anos foi decisivo na fase onde o ABC/UMinho disparou no marcador, ainda na primeira parte. No aspeto ofensivo, contribuiu com quatro tentos em sete tentativas, em apenas 40 minutos. Uma exibição que certamente deixou o treinador Jorge Rito satisfeito.

 

Em cima

André Rei

A par de Miguel Baptista, foi o elemento em maior destaque do conjunto visitante. Com seis golos em seis tentativas, o camisola 73 do ABC/UMinho foi uma enorme dor de cabeça para os homens da casa. Exibição de gala por parte do ponta de 26 anos.

Nuno Pinheiro

No meio do “diluvio” da equipa do CCR Fermentões, o pivot da equipa da casa foi o único que remou contra a maré. Sempre bastante aguerrido, o jogador da turma vimaranense ainda tentou, mas o conjunto de José Vieira não mostrou ter argumentos para discutir o resultado. Contribuiu com cinco dos 12 golos da equipa, um fator importante e que demonstra bem a qualidade da sua exibição.

 

Em baixo

Passividade do CCR Fermentões

Na receção ao rival minhoto, a equipa de José Vieira pareceu estar desligada do encontro. Nunca conseguiu incomodar verdadeiramente o ABC/UMinho, sendo que muito dessa culpa passou pela passividade da equipa, sobretudo no capítulo defensivo. Um fim de tarde para esquecer por parte da equipa de Guimarães.