O tenista minhoto vive uma má fase. Erros não forçados em excesso contribuíram para a derrota.

O torneio de Indian Wells começou na madrugada de sábado para João Sousa. O vimaranense, atual número 41 do ranking ATP, enfrentou o jovem tenista americano, Mackenzie McDonald (62), na quadra 1 e acabou por ser derrotado por 2-1, com parciais de 6-4, 3-6 e 6-3. Esta partida foi válida pela primeira ronda do Masters 1000 californiano.

O tenista luso nunca defrontou o seu adversário e não conhecia a forma como o jovem americano joga. O primeiro set teve um começo difícil para Sousa, que serviu mal e sofreu uma quebra de serviço logo no primeiro minuto de partida, sem fazer sequer um ponto. McDonald estava a aproveitar o piso rápido para impor o seu jogo e realizar aces. A partir daí, o tenista não precisou de fazer demasiado esforço para manter o seu serviço e vencer o primeiro set por 6-4.

No segundo set, o minhoto teve um começo mais equilibrado. Sem cometer erros não forçados até ao quinto jogo, teve pela segunda vez o serviço quebrado. Contudo, desta vez, Sousa foi organizado mentalmente e capaz fisicamente de devolver a quebra e confirmar o serviço. O português mostrou não estar abatido e voltou com força para vencer o segundo set por 6-3.

Os tenistas voltaram da pausa para o terceiro e decisivo parcial mais nervosos, devido à importância dos últimos jogos. O vimaranense foi quebrado no segundo, mas novamente devolveu a quebra. Ambos estavam a confirmar os seus jogos de serviço e a cometer menos erros. Porém, quando estava 4-3 para o americano, João Sousa não aguentou a pressão colocada pelo rival e cedeu o jogo. A servir para a vitória, o norte americano teve dificuldades, pois o minhoto não queria sair de mãos vazias. O português teve o break point em duas ocasiões, mas não aproveitou nenhum. Desse modo, João Sousa perdeu o terceiro set e a partida depois de uma hora e 53 minutos.