Moreirense não consegue continuar ciclo vitorioso. A falta de eficácia dos cónegos acabou por pesar no resultado final.

Na tentativa de manter a boa série de jogos sem perder na Liga NOS, o Moreirense recebeu o Vitória FC, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas. No final do encontro, o placard marcou o empate a uma bola.

A turma de Ivo Vieira mal teve tempo de impor o seu ritmo de jogo, quando aos 17 minutos viu os setubalenses a colocarem-se em vantagem no marcador. Jhonder Cádiz surpreendeu Jhonatan, após aproveitar o passe longo de Mano, e marcou o primeiro golo do encontro.

Ainda antes do fim do primeiro tempo, aconteceu o empate cónego. Na sequência de um canto, Sílvio colocou a bola na própria baliza após um alívio falhado, colocando a igualdade no marcador aos 35 minutos. O resultado manteve-se até à recolha aos balneários das três equipas.

No regresso, o Vitória FC apostou numa estratégia de pendor ofensivo, criando algumas oportunidades, contrastando com um momento menos conseguido dos axadrezados. No entanto, até ao fim do encontro, o domínio do Moreirense foi notório, com chances que não deram em golo.

Os dez minutos finais foram jogados sem Halliche. O defesa central dos cónegos foi expulso com vermelho direto, limitando ainda mais as esperanças de uma vitória no jogo. Até ao fim, assistiu-se a um jogo mais faltoso e o cansaço das duas equipas foi evidente devido às paragens prolongadas.

Na próxima jornada da Liga NOS, o Moreirense desloca-se à Madeira para defrontar o Marítimo, numa tentativa de voltar ao rumo das vitórias. O encontro está marcado para o dia 9 de março, às 15h30.