Academia minhota junta-se a mais seis faculdades no consórcio InclusU. Acordo selado no dia 20 de fevereiro.

A Universidade do Minho anunciou esta quinta-feira que faz parte da Aliança das Universidades Europeias, liderada pela Universidade de Lille. A academia minhota é uma das sete instituições que compõem o consórcio intitulado InclusU, vocacionado para o desenvolvimento de projetos de ensino e de investigação no âmbito de temas relacionados com a inclusão e a cidadania ativa.

Enquadrada no programa Erasmus +, o objetivo da aliança é realizar iniciativas que aumentem o impacto das instituições académicas na sociedade e na economia e reforçar o Espaço Europeu do Ensino Superior (EEES). Para além das universidades de Lille e do Minho, integram o projeto as de Malmö (Suécia), Roma Tre (Itália), Babeş-Bolyai (Roménia), Mykolas Romeris (Lituânia) e Wroclaw (Polónia).

O reitor Rui Vieira de Castro considera ser “inegável que a União Europeia esteja a atravessar um período de enormes desafios sociais, económicos, políticos e culturais”. Em comunicado, disse ainda acreditar que as universidades têm o papel de contribuir para que se construam sociedades “mais inclusivas, mais abertas e mais desenvolvidas”.

Rui Vieira de Castro e a pró-reitora para a Internacionalização, Carla Martins, representaram a academia minhota na apresentação da nova aliança, que decorreu no primeiro Meeting for Inclusive Univiersities in Europe, no dia 20 de fevereiro, em Bruxelas, Bélgica.