Maior derrota da época, aliada ao triunfo da Ovarense frente ao Boavista, dita descida de divisão do conjunto vilaverdense.

Em duelo entre equipas com aspirações distintas, foi a lei do mais forte que imperou. Na visita ao reduto do Sporting CP, atual campeão nacional, o Vilaverdense foi derrotado por 11-0. Com este resultado e com a vitória da Ovarense frente ao Boavista, o conjunto minhoto viu confirmada a descida de divisão.

A jogar em casa para a jornada número 20 da Liga BPI, as atletas leoninas chegaram à vantagem aos quatro minutos, por intermédio de Joana Marchão. O Vilaverdense, que não ganhava há quatro jogos, viu a tarefa tornar-se ainda mais difícil quando Nevena, à passagem do minuto 18, dilatou a vantagem para 2-0. O jogo ainda viria a conhecer o festival de golos de Ana Capeta, que confirmou o hat-trick em 20 minutos. Com golos aos 23, 33 e 43 minutos, a avançada leonina fechava as contas da primeira metade da partida com uns expressivos 5-0 a favor do Sporting CP.

Na segunda parte a toada do encontro manteve-se. Aos 62 minutos, Ana Borges fez o 6-0 para as leoas. Aos 64 e 74, Ana Capeta voltou a estar em destaque e colocou o resultado nos 8-0. O jogo em si já não era fácil para os forasteiros, mas a sorte acabou por não ajudar. Aos 78 minutos, através de um autogolo, o Vilaverdense sofreu o nono golo.

O placard estava em constante rebuliço, e aos 83 minutos, Carolina Mendes inscreveu o seu nome na lista de marcadoras. Ana Capeta selou o resultado em 11-0, confirmando o seu sexto tento no jogo, o mesmo número de golos que o Vilvaverdense tem até este momento no campeonato.

Na próxima jornada, já com a descida de divisão confirmada, o Vilaverdense desloca-se ao reduto do Marítimo. Já o Sporting CP viaja até à cidade dos arcebispos para um clássico frente ao SC Braga