Vitória SC viu interrompida uma série de quatro triunfos consecutivos em casa e pode terminar a jornada a sete pontos do Moreirense.

O Vitória SC cedeu, na noite desta sexta-feira, o segundo desaire consecutivo na Liga NOS. Em jogo da 30.ª jornada, os vimaranenses foram derrotados em casa pelo CD Aves, por 0-2. Com este resultado, os minhotos vêem posto um ponto final numa série de quatro vitórias consecutivas no Estádio D. Afonso Henriques.

A equipa visitante entrou mais atrevida na partida e, na sequência de uma bola parada, deixou o primeiro aviso logo aos quatro minutos. Cinco minutos depois, Luquinhas – o mais endiabrado na fase inicial do encontro – desequilibrou pela esquerda e aproveitou o espaço deixado pelo adversário na zona central para colocar Derley na cara do golo. O avançado brasileiro, perante a saída de Miguel Silva, rematou colocado de pé esquerdo e fez o quarto golo no campeonato.

Após o golo, o Vitória SC procurou reagir mas, apesar do maior controlo da posse de bola, a formação vitoriana esbarrou numa muralha avense. A defender num 5x4x1 em bloco baixo e com linhas juntas, a equipa de Augusto Inácio dificultou a conquista do espaço entre linhas aos anfitriões e conseguiu manter o perigo quase sempre longe das redes de Beunardeau durante a primeira parte. Na oportunidade mais clara que os homens de Luís Castro tiveram para empatar, Alexandre Guedes falhou a emenda a um cruzamento de Tozé – o melhor elemento da equipa da casa – da direita. Ao intervalo, o conjunto da Vila das Aves vencia pela margem mínima.

Os visitantes voltaram a entrar melhor na segunda parte e, à passagem do minuto 59, Mama Baldé ganhou no duelo com Pedro Henrique e ficou na cara de Miguel Silva. O remate, contudo, saiu na direção do guardião vimaranense, que resolveu com os punhos. Na resposta, Rochinha e Welthon – que renderam Davidson e Joseph ao intervalo – trabalharam bem no ataque e a bola chegou aos pés de Guedes, que atirou ao lado.

Um minuto depois, o CD Aves chegou ao segundo golo. Rodrigo Soares, numa incursão pelo lado direito, ganhou a linha de fundo e cruzou atrasado para Mama Baldé ampliar a vantagem. O camisola 50 dos avenses aumentou para oito o número de golos apontados no campeonato.

Após o segundo golo avense, o Vitória SC só conseguiu esboçar uma reação ao minuto 80, num remate de Mattheus Oliveira que Beunardeau resolveu com as pernas. No minuto seguinte, Guedes surgiu ao segundo poste com a baliza escancarada, mas atirou ao lado. O camisola 9 não teve uma noite feliz e desperdiçou a melhor ocasião vitoriana em toda a partida. Até ao final, Welthon ainda obrigou o guarda redes adversário à defesa da noite, já em período de descontos.

No que à classificação diz respeito, o Vitória SC fica com a missão complicada na luta pela quinta posição. Os vimaranenses ocupam o sexto lugar com 45 pontos e pode terminar a jornada a sete pontos do Moreirense. A equipa do CD Aves, por sua vez, sobe ao 11.º lugar com 33 pontos e respira agora melhor na luta pela manutenção.

Na próxima jornada, a formação de Guimarães viaja até ao Estádio José Alvalade para defrontar o Sporting CP. O CD Aves regressa a casa para medir forças com o Belenenses SAD.