É a primeira experiência como técnico principal. O ex-adjunto de Marco Silva sucede a Carlos Pinto.

João Pedro Sousa é o eleito para comandar o FC Famalicão no regresso do clube ao primeiro escalão do futebol português, 25 anos depois. Numa cerimónia que decorreu esta sexta-feira na Casa de Camilo Castelo Branco, em Vila Nova de Famalicão, o ex-adjunto de Marco Silva foi apresentado como treinador da formação minhota para as próximas duas temporadas.

Acompanhado pelo CEO, Miguel Ribeiro, o novo técnico dos minhotos traçou como principal objetivo “consolidar o Famalicão na primeira liga”, mas assegurou que não vai “impor limites” à ambição dos jogadores e dos adeptos. “Vamos criar uma equipa competitiva, à imagem dos adeptos do Famalicão”, acrescentou.

A restante equipa técnica é composta por Vicente, Manuel Santos, Paulo Sampaio Rifa, Carlos Pacheco e Pedro Espinha.

Este é um regresso a uma casa que João Pedro Sousa conhece, uma vez que trabalhou como treinador-adjunto de Artur Jorge no conjunto famalicense em 2009/2010. Depois do início da carreira na Academia Lacatoni, das passagens pelo FC Famalicão e pela equipa de juniores do SC Braga, juntou-se à equipa técnica de Marco Silva no Estoril-Praia, em 2012/2013, com quem trabalhou até ao fim desta época no Everton.

Na estreia como treinador principal, João Pedro Sousa sucede a Carlos Pinto. Os famalicenses asseguraram a subida de divisão, ao ficarem em segundo lugar na segunda divisão do futebol português, superados apenas pelo FC Paços de Ferreira.

O arranque da pré-temporada do clube está marcado para 1 e 2 de julho, com exames médicos. Entre 14 e 20 de julho, a equipa minhota vai estagiar em Quiaios, na Figueira da Foz.