Número um português derrotou o argentino Leonardo Mayer em três sets. Na segunda ronda vai haver duelo ibérico com Albert Ramos.

João Sousa começou da melhor maneira a sua participação no ATP 250 de Genebra. No último torneio antes de rumar a Paris para jogar Roland Garros, o segundo Grand Slam da temporada, o número um português apurou-se para a segunda ronda do torneio helvético. No jogo de estreia, Sousa levou a melhor sobre o argentino Leonardo Mayer, número 68 do Mundo e sempre perigoso quando se fala de terra batida, com parciais de 6-2, 6-7(6) e 6-4.

O primeiro parcial ficou marcado pelos muitos erros cometidos por Mayer. João Sousa teve que jogar quase sempre à defesa, muito por culpa dos potentes serviços do adversário que o obrigaram a jogar bastante recuado. Porém, o tenista português nem sequer precisou de atacar muito e de procurar a iniciativa, uma vez que Mayer não conseguiu encontrar um ponto de equilíbrio e foi alternando as pancadas de direita entre winners e erros não forçados.

Os erros não forçados foram, precisamente, a chave que permitiu a João Sousa abrir a porta do primeiro set. O tenista vimaranense aproveitou da melhor maneira uma série de direitas para fora de Mayer para capitalizar dois dos seis break points que teve à disposição.

O segundo parcial, no entanto, trouxe uma versão mais assertiva de Leonardo Mayer. O argentino subiu consideravelmente a percentagem de pontos ganhos com o primeiro serviço e equilibrou o encontro. A segunda partida acabou por ser decidida no tiebreak, onde Mayer foi mais forte nos detalhes.

O último set viu João Sousa manter-se, acima de tudo, mais consistente do que o oponente. Mayer colocou apenas 33% das primeiras bolas e, assim que a oportunidade surgiu, João Sousa aproveitou o primeiro break point – que também foi match point – para confirmar a vitória ao fim de duas horas e 21 minutos.

Na segunda ronda, o tenista de 30 anos vai medir forças com o espanhol Albert Ramos, número 91 do Mundo, que derrotou Adrian Mannarino, sexto cabeça de série, com parciais de 6-7(2), 6-3 e 6-2.