Homem do jogo

Davidson

O jogador do Vitória SC pode ter passado despercebido em alguns momentos do jogo, mas certo é que foi ele que deu a reviravolta e a vantagem à equipa vitoriana. Quando foi preciso, Davidson apareceu e mostrou-se ativo quer na defesa, quer no ataque.

Em cima

Ambiente

Os adeptos do Vitória SC já nos têm habituado a deslocações em grande número, mas desta vez a distância ajudou. Com 4185 espectadores, o Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas foi palco de muito espetáculo, dentro e fora das quatros linhas.  Os adeptos do Moreirense, embora em número bem menor, também fizeram a festa nas bancadas. Também não era para menos. A época correu de feição aos cónegos que aproveitaram o último jogo da época para agradecer o trabalho de Ivo Vieira.

Dupla Heriberto-Chiquinho

Os extremos criaram muito perigo para a baliza de Miguel Silva. Aos 62 minutos, Chiquinho, com um tiro forte, fez todos que estavam no estádio levar as mãos à cabeça. A dupla habituou-nos a grandes momentos durante a época e desta vez só faltou o golo.

Em baixo

Tempos mortos

Num jogo em que o quinto lugar estava em discussão, esperava-se mais das equipas. As oportunidades de golo foram surgindo e algumas até com muito perigo, no entanto apareceram em poucos momentos. O jogo parecia um iô-iô, ora havia muita intensidade, ora os jogadores baixavam as armas.