No verão de 1963, a família Houseman vai de férias para o resort Kellermans. A filha mais nova Frances Houseman, também conhecida por Baby, acaba por se apaixonar por Johnny Castle, o instrutor de dança do resort. Dirty Dancing consegue conquistar o coração de qualquer apaixonado por dança e romance, pela leveza da história de amor dos dois protagonistas.

Penny, a parceira de dança de Johnny, envolve-se secretamente com Robbie, um dos funcionários do resort, e acaba por engravidar. A dançarina decide abortar, mas vê-se desprovida de ajuda do companheiro. Quando Baby descobre, decide ajudá-la dando-lhe dinheiro para que possa fazer o aborto (ilegalmente). O procedimento fica precisamente marcado para o dia em que o par de dançarinos tem uma competição num outro resort. Desta forma, Baby voluntaria-se para substituir Penny e começa a ensaiar com Johnny para o show.

dirty dancing

Dirty Dancing é um dos filmes mais antigos de dança, hoje considerado um dos clássicos, e onde a dança tem realmente grande destaque. O nome do filme está ligado às festas secretas realizadas pelo staff do resort, onde estes dançavam mais livre e sensualmente.

Um dos momentos mais marcantes do filme é claramente quando Johnny diz à família Houseman “nobody puts Baby in a corner” antes de levar Baby para o palco para uma última dança. Esta sequência de dança, ao som de I’ve Had The Time Of My Life, é lindíssima e a música é perfeita para descrever o verão e a paixão das duas personagens: “Now I’ve had the time of my life / No, I never felt like this before / Yes I swear it’s the truth / And I owe it all to you / Now with passion in our eyes / There’s no way we could disguise it secretly / So we take each others hand / ‘Cause we seem to understand the urgency / With my body and soul / I want you more than you’ll ever know / So we’ll just let it go / Don’t be afraid to lose control, no”.

dirty dancing

Quanto à performance dos atores, enquanto Jennifer Grey, que interpreta Baby, fica um bocado aquém no que toca à dança (e até na representação), já Patrick Swayze (Johnny) conquista o espectador com os seus movimentos. Os dois atores mostraram ter uma boa química, levando o espectador a apaixonar-se pela relação das duas personagens.

Ao nível da cinematografia, o filme não é nada de outro mundo. Porém, a bonita e até relacionável história de amor de verão de Baby e Johnny fala mais alto, tal como a escolha de uma fantástica banda sonora e as incríveis coreografias. Mais do que uma história romântica, o filme também aborda tópicos importantes e bastante controversos ainda nos dias de hoje, como o aborto.

O intemporal Dirty Dancing agarra-nos de tal forma à narrativa que nos faz querer dançar (mesmo que não seja o nosso forte) e até sonhar com um amor de verão.