Número um nacional entrou com o pé direito no quadro principal. Foi a terceira vitória em três dias.

Ao terceiro dia, o terceiro triunfo. Depois de ter furado a fase de qualificação com duas vitórias em três sets, o minhoto João Sousa conseguiu a primeira vitória em parciais diretos. Na cidade alemã de Halle, onde esta semana se disputa o Noventi Open, torneio da categoria ATP 500 e que se joga em relva, o vimaranense bateu Hubert Hurkacz (53.º ATP) com parciais de 7-6(3) e 6-1.

O arranque não foi fácil para o tenista treinado por Frederico Marques. Com uma entrada em falso, João Sousa viu Hurkacz ser capaz de alinhar os primeiros dois jogos de forma consecutiva. No entanto, o vimaranense respondeu com o contra break e abriu caminho para uma prestação bastante sólida durante o resto da partida.

Depois da troca de breaks iniciais, os dois tenistas mantiveram a igualdade até terem que ser separados pelo tie-break, onde Sousa jogou de forma exemplar. O minhoto abriu rapidamente uma vantagem de 5-0 no desempate e não permitiu a aproximação do polaco.

No segundo parcial, e aproveitando o ímpeto ganho pela vitória na primeira partida, João Sousa foi extremamente eficaz no aproveitamento dos break points – dois em dois – para chegar ao 5-0 em poucos minutos. O adversário ainda conseguiu inscrever o nome no marcador, de forma a evitar o “pneu”, mas Sousa fechou logo de seguida, ao segundo match point, um encontro que durou uma hora e 24 minutos.

Apurado para a segunda ronda e numa série de três vitórias consecutivas no torneio alemão, João Sousa ainda não sabe com quem vai discutir o acesso aos quartos de final. O tenista português sabe, no entanto, que o adversário vai sair do confronto entre o croata Borna Coric (14.º ATP), quarto cabeça de série, e o espanhol Jaume Munar (88.º ATP).