Universidade do Minho selecionada para discutir a avaliação e a qualidade do ensino centrada no estudante.

A Universidade do Minho integra pela primeira vez o painel temático da European University Association (EUA) sobre “avaliação do estudante” e uma reunião de reflexão sobre como dar maior relevância à aprendizagem dos estudantes.

O objetivo desta iniciativa é fazer com que cada universidade parceira possa capitalizar os resultados desta discussão e integrá-los. Assim, cada organização pode dar maior destaque aos seus processos de avaliação e à qualidade de ensino, que se focam nos estudantes.

Duas reuniões deste painel já foram realizadas. A primeira no mês de fevereiro, em Lausanne, na Suíça, e a segunda, na passada quinta-feira, em Bruxelas, na Bélgica. Ainda durante este ano serão realizadas mais duas reuniões. Em 2020, o painel temático vai liderar um debate dentro da temática, no Fórum EUA, sobre Ensino e Aprendizagem.

Depois das candidaturas preparadas por Laurinda Leite, vice-reitora para a Educação e Ricardo Machado, vice-reitor para o Desenvolvimento Institucional, terem sido selecionadas, a academia minhota é representada nestes grupos de trabalho por Manuel João Costa, pró-reitor para os Assuntos Estudantis e Inovação Pedagógica.

A vice-reitora da UMinho representa a instituição no grupo “EUA – Council for Doctoral Education” que decorrerá nos dias 12, 13 e 14 de junho, em Pesco, na Itália.

A EUA representa mais de 800 universidades e conferências nacionais de reitores em 48 países. Esta organização tem um papel importante na emissão de recomendações, assim como consegue influenciar as políticas da União Europeia no que diz respeito ao ensino superior, investigação e inovação. Além disso, a EUA dá voz às universidade europeias, através de uma interação com outras instituições europeias e internacionais.