Em setembro os novos alunos vão ser recebidos por ‘embaixadores’ do segundo ou terceiro ano.

Até ao dia 15 de Julho os alunos que transitem para o segundo ou terceiro ano de qualquer curso podem inscrever-se para ajudarem a acolher os novos estudantes. Espera-se que estes alunos “tenham uma experiência de chegar mais acolhedora e capaz de responder às suas necessidades, afirma o pró-reitor da Universidade do Minho, Manuel João Costa.

Para além de dar resposta às necessidades que os novos estudantes apresentam, pretende-se, também, arranjar soluções para problemas que estes jovens ainda desconhecem. Isto porque nem sempre se sabe o que esperar da transição do ensino secundário para o universitário. Assim, este acolhimento vai preparar os novos alunos para as dificuldades que poderão surgir.

Por outro lado, o foco não é apenas, de todo, o percurso académico. “A vida na universidade é muito mais do que fazer o seu próprio curso”, afirma o Pró-Reitor, e, portanto, este programa de acolhimento procura também introduzir os recém-chegados no que é a vida universitária, bem como fazê-los sentir-se bem. “Se eles se sentirem bem aqui com certeza que serão também alunos mais participativos”, acrescenta ainda Manuel João Costa.

Os alunos que já estão familiarizados com a universidade são um ramo muito importante desta árvore que é o acolhimento. Para além de terem a experiência de ajudar estes novos colegas com a partilha de experiências e informações, os ‘embaixadores’ vão também ver este trabalho reconhecido no Suplemento ao Diploma.

Os estudantes inscritos no programa vão receber uma formação que, em termos gerais, se divide em três grandes partes. Num primeiro momento será estabelecida uma networking entre os vários participantes, de modo a que se possam conhecer melhor. Segue-se uma parte ligeiramente mais longa, que contará com apresentações de professores da Universidade do Minho que têm vindo a participar nos processos de acolhimento.

Esta fase será principalmente coordenada pela professora Ângela Maia, da Escola de Psicologia, e vão discutir as principais dificuldades que os novos alunos poderão encontrar, bem como soluções para as ultrapassar. Num último momento, todos os participantes partirão das experiências recolhidas de elementos difíceis na chegada à universidade para elaborar estratégias que melhor respondam às necessidades dos alunos que chegam.

Os ‘embaixadores’ da Universidade do Minho vão estar presentes na semana das matrículas e nos processos de acolhimento, tanto da primeira fase, como da segunda e terceira fase. No entanto, a página sou.uminho.pt contará também com vídeos explicativos para auxiliar os estudantes nos primeiros dias de matrículas.