Após ter feito história ao passar à quarta ronda do Grand Slam, o número um português não conseguiu passar por Nadal.

A relva do Court Central de Wimbledon recebeu, esta segunda-feira, o encontro entre João Sousa e Rafael Nadal. Nesta que é conhecida como a Maniac Monday, o jogo que inaugurou a segunda semana do torneio na vertente masculino acabou com a vitória do espanhol por 3-0 (parciais de 6-2, 6-2 e 6-2).

No primeiro set, o português teve dificuldade em encontrar o seu ritmo. Com quatro breaks sem resposta, Rafael Nadal começou a distanciar-se, acabando por vencer com um expressivo 6-2 no placard, em menos de meia hora.

Decidido a mudar o rumo do encontro, o vimaranense entrou mais focado no segundo set. Mesmo com o público mais inclinado para apoiar o adversário e com condições adversas, João Sousa combateu a perigosa esquerda de Nadal. No entanto, o set caiu novamente para o lado do espanhol (6-2).

Jogado a um ritmo bastante intenso, o terceiro set era o tudo ou nada para o número 69 do ranking ATP. Aproveitando a pouca eficácia de serviço do espanhol, João Sousa lutou para levar o jogo a mais um set. No entanto, a vitória foi mais uma vez de Nadal (6-2), terminando com as esperanças de uma maior travessia portuguesa em Wimbledon, ao fim de quase duas horas.

Com esta campanha, João Sousa deve regressar ao top 60 na próxima segunda-feira. O destino que se segue para o português é Bastad, na Suécia, para disputar o Swedish Open na categoria ATP 250.