Minhoto bate o finalista vencido deste torneio em 2017 e apura-se para a terceira ronda.

João Sousa defrontou esta quinta-feira Marin Cilic (18º na ATP), em partida a contar para a segunda ronda do torneio de Wimbledon. O número um português foi superior ao atleta croata durante toda a partida, vencendo por 0-3, com os parciais de 6-4, 6-4 e 6-4.

O tenista de Guimarães esteve muito bem ao longo de todo o encontro e conseguiu responder da melhor forma ao serviço de Cilic. O minhoto aproveitou também o mau momento que o ex-número três mundial está a passar e salvou os 12 break points que teve.

As estatísticas finais traduzem o controlo que João Sousa teve, tendo o português cometido sete erros contra 49 do adversário. “Consegui jogar a um nível e a uma intensidade altíssima, desde o princípio até ao final, muito concentrado”, analisou o número um português.

No final, o vimaranense admitiu que este “foi um dia perfeito” e acrescentou que este foi um dos “melhores jogos” da carreira. De ressalvar que esta é primeira vez que o português ganha por três sets e logo contra o 13º cabeça de série. Além disso, nas passadas cinco vezes que tinha defrontado Cilic, tinha perdido todos os jogos sem conseguir vencer qualquer set.

Assim, João Sousa avança para a terceira ronda do torneio londrino, apenas pela segunda vez na sua carreira, e vai defrontar o britânico Daniel Evans. Na vertente de pares, o minhoto também passou à próxima fase.