As candidaturas à primeira edição do Concurso de Ideias de Negócio, The Discoveries Centre da Universidade do Minho, estão abertas até 5 de setembro.

O concurso The Discoveries Centre da Universidade do Minho destina-se a investigadores europeus com projetos empresariais nas áreas científicas de prevenção e tratamento de doenças músculo-esqueléticas, neurodegenerativas e cardiovasculares. A iniciativa é financiada pelo projeto Northern Discoveries – Setting the Sails, no âmbito do programa Norte 2020 e visa premiar as três ideias de negócio mais inovadoras em medicina regenerativa.

O centro vai localizar-se junto ao edifício do Grupo 3B’s da UMinho, no AvePark, em Guimarães, tendo extensões no Porto, Aveiro, Lisboa e um campus de suporte no University College of London, no Reino Unido. O projeto é liderado por Rui L. Reis, vice-reitor para a Investigação e Inovação da UMinho e diretor do Grupo 3B’s. O Centro conta com um financiamento de 15 milhões de euros da Comissão Europeia, além de fundos adicionais, nomeadamente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte.

As candidaturas estão abertas até 5 de setembro e podem ser realizadas aqui. A avaliação das candidaturas terá em conta critérios como a novidade, a oportunidade de negócio, o potencial de mercado e a equipa do projeto.

As pessoas admitidas à competição devem ter 18 anos ou mais, provenientes de qualquer nacionalidade, podendo competir individualmente ou em equipa até cinco pessoas. As ideias de negócios devem estar incluídas num dos campos de pesquisa do The Discoveries Centre for Regenerative and Precision Medicine.

Os vencedores deverão ser conhecidos no Discoveries Forum on Translational Science, que decorre de 25 a 27 de setembro, no Porto. The Discoveries Centre for Regenerative and Precision Medicine atribuirá três prémios – primeiro, segundo e terceiro lugar. O primeiro lugar será premiado no valor total de 10.000€.