O tenista português não conseguiu levar a melhor sobre o sul africano e não conseguiu, assim, igualar a marca do ano passado.

João Sousa foi, esta sexta feira, eliminado do torneio de Chengdu, na China, após perder contra Lloyd Harris, atual número 111 do ranking mundial. O tenista português não conseguiu levar a melhor após ceder pelos parciais 7-6(5), 3-6 e 4-6.

Num encontrou em que entrou bem, o vimaranense afirmou o seu ténis no momento decisivo do primeiro set, vencendo no tie break, por 7-6 (5). No segundo parcial, João Sousa permitiu ao sul africano fazer a reviravolta. Com grande intensidade por parte de Lloyd Harris, que conseguiu aumentar a vantagem de três pontos logo nos primeiros minutos, o português não conseguiu segurar o benefício que trazia do primeiro set, perdendo por 3-6.

No terceiro parcial, o tenista luso tentou voltar a igualar o feito do ano passado, ao qual chegou às meias finais. Porém, não conseguiu controlar as investidas do jovem sul africano, que foi superior ao longo do último set. O resultado do último parcial acabou por ser 4-6, vencendo, assim, Lloyd Harris, deixando para trás o português.

João Sousa abandonou, então, a competição, depois de ter eliminado o sul-coreano Hyeon Chung, número 145 no ranking ATP e o canadiano Félix Auger-Aliassime, atual número 20. Na terceira passagem pelo Chengdu Open, João Sousa não conseguiu defender o registo alcançado no ano passado: as meias-finais.

A próxima paragem de João Sousa é o ATP 500 de Tóquio, no Japão, onde atingiu os quartos-de-final em 2016.