Depois de uma pré-época bem conseguida, a turma barcelense começa a disputar o campeonato este fim de semana.

Depois de na época transata o OC Barcelos ter alcançado o quinto lugar da tabela classificativa e, consequentemente, o acesso à Taça WS Europe, a equipa minhota procura alcançar o máximo de pontos possíveis.

Apesar do melhor posicionamento conseguido face a 2017/2018, a equipa orientada por Paulo Oliveira, terminou a temporada com menos um ponto, somando um total de 42 pontos em 26 jogos realizados para o campeonato nacional.

Com o objetivo de obter uma melhor classificação, foram feitas mudanças no plantel. A equipa conta com novas caras: Joka (ex- famalicense); Luís Querido (ex- Lodi); Ezequiel Mena (ex- Oeiras); Miguel Rocha (ex- Benfica); Franco Ferruccio (ex- Oeiras). Contudo, alguns jogadores também rumaram a outros clubes, como são os casos de André Almeida, Carlos Oliveira, Elói Martins, Rúben Sousa, Pedro Freitas, João Almeida, Hugo Costa e João Guimarães.

A pré-época do OC Barcelos foi risonha: venceu o Memorial Gianni Stefani, em Itália, com três vitórias; o Torneio de Turquel também com três triunfos; a Taça Crédito Agrícola e a Taça Jorge Coutinho.

A equipa minhota disputou, também nesta pré-temporada, a Elite Cup, que conta com os oito clubes melhores classificados do último campeonato. No entanto, a turma barcelense não foi além do sexto lugar na competição.

As atenções estão agora viradas para o arranque do campeonato nacional. O OC Barcelos desloca-se, este sábado, ao terreno do HC Turquel para disputar a primeira jornada da época 2019/2020, num jogo que está marcado para as 21h.