Tina Turner celebra esta terça-feira 80 anos. A artista nasceu a 26 de novembro de 1939 e, apesar de não ter sido sempre fácil, desde cedo que se fez ouvir nas indústrias que ocupa.

Depois de seis décadas de carreira, a cantora americana conquistou os corações de inúmeras gerações. Conhecida principalmente pela sua voz e presença em palco, a Rainha do Rock ‘n’ Roll deixou a sua marca também no grande ecrã.

Turner entrou no mundo dos brilhos e palcos em 1958 como metade da dupla Kings of the Rythm, sendo que a segunda pessoa era o seu marido, Ike Turner. No entanto, foi em finais da década de 70 que Turner lançou a sua carreira a solo, pela qual é conhecida hoje.

Desde este debut enquanto artista a solo, Tina Turner lançou um total de nove álbuns de estúdio, duas bandas sonoras e três álbuns ao vivo. De entre todos estes projetos, são de destacar as músicas que ressoam e ecoam nas mentes dos seus fãs – “The Best”, “What’s Love Got to Do with It?”, “Private Dancer”, “Proud Mary” e “Goldeneye”, por exemplo.

Na sua extensa carreira, Tina Turner recebeu 12 prémios Grammy, incluindo um Grammy Lifetime Achievement Award e três Grammy Hall of Fame Awards. Foi ainda colocada em 17º na lista dos 100 dos melhores cantores de sempre pela conceituada revista Rolling Stone.

Um dos momentos mais marcantes na obra de Turner deu-se em 1995, quando foi convidada para interpretar a música “Goldeneye”. Esta música foi usada como tema para o filme do mesmo nome e 17º filme da série do James Bond, algo que ainda hoje se apresenta a cantores de prestígio.

Atualmente, a dona do mais valioso par de pernas do mundo vive na Suíça, onde é oficialmente cidadã já desde 2013. No que toca à sua carreira, Tina Turner não lança um álbum de estúdio desde 1999 e já não marca presença no mundo cinematográfico desde 1993. No entanto, a lenda viva do Rock, lançou, em 2018, um livro de memórias onde analisa a sua vida pessoal – Tina Turner: My Love Story.

Com a entrada na sua oitava década de vida, teremos de aguardar para ver se a eterna Rainha do Rock ‘n’ Roll voltará para prolongar o seu reinado ou se irá deixar o seu passado falar por si, aproveitando os frutos da carreira de sucesso.