Gilistas seguem sem contar com nenhuma derrota caseira na Liga NOS

O Estádio Municipal de Barcelos foi palco, este domingo, para o jogo da 12ª jornada entre o Gil Vicente FC e o Sporting CP. Com um leão adormecido em toda a partida, os barcelenses aproveitaram para “cantar de galo” e vencer por 3-1.

O encontro começou calmo e com poucas oportunidades. Os gilistas foram tirando proveito de algumas perdas de bola dos verdes e brancos. O primeiro momento de perigo na partida, porém, acabou mesmo em golo. Erro individual de Ilori, que deixou a bola à mercê de Sandro Lima. O avançado entrou na área e assistiu Kraev, que abriu o marcador, aos 19’.

Aos 27 minutos, Sandro Lima voltou a tentar assistir mais um companheiro. Da direita lançou Baraye na esquerda, mas o remate do senegalês saiu por cima. Apenas aos 43 surgiu a primeira oportunidade dos leões, apesar de, depois do golo, o controlo da bola e do jogo ter começado a desenvolver-se mais no meio campo ofensivo do Sporting CP. Wendel já na área tentou servir um companheiro, mas a bola bateu nas pernas de um defesa de galo ao peito. Sorte do brasileiro que ficou com a bola e com tudo para fazer o empate, mas acabou por enviar a bola à malha lateral.

Os visitantes acordaram e, pouco tempo depois, Bruno Fernandes descobriu Jesé nas costas da defesa, mas Denis apresentou-se ao serviço. Com o pé no acelerador nos instantes finais, os pupilos de Silas chegaram mesmo ao desejado golo. Bruno Fernandes, novamente com um grande passe, desmarcou Wendel que não desperdiçou, já nos descontos. Denis não ficou bem na imagem, depois de ter tocado na bola, mas não ter evitado o golo.

A segunda metade não mudou muito em relação aos primeiros 45 minutos. Aos 53 minutos, os pupilos de Vítor Oliveira marcaram o segundo da partida. Acuna derrubou Baraye e fez penalti. Na conversão, Sandro Lima não vacilou. A 15 minutos do final, os verdes e branco fizeram a baliza de Denis tremer. Jesé descobriu Vietto à entrada da área, mas o remate embateu num adversário e saiu por cima.

Nos descontos, tal como na primeira parte, o encontro teve os momentos mais quentes. Depois de um momento caricato com Hugo Miguel, o árbitro da partida, Naidji, que entrou na segunda parte, surpreendeu tudo e todos e, após tirar alguns adversários da frente, fechou a partida em 3-1.

Com este resultado, o Gil Vicente subiu do 11º para o sétimo posto da tabela classificativa, ainda que de forma provisória. No próximo jogo, os gilistas recebem, precisamente, o Sporting CP, já esta quarta-feira, para a Allianz Cup.