A iniciativa contou com a participação dos 56 cursos da Universidade do Minho.

A praxe da academia minhota entregou, no passado sábado, 14 de dezembro, uma doação solidária à Associação CAPA – Clube de Adoção e Proteção de Animais da Póvoa de Lanhoso. Realizada no âmbito do Juramento e Batismo da Academia Minhota, todos os bens foram angariados em contexto de praxe.

Ao todo, foram angariados mais de 3 mil quilos de ração, 118 brinquedos, 109 artigos de limpeza, 108 mantas e cobertores, 83 comedouros, 49 trelas e coleiras e 12 camas de plástico. Com o apoio da Multitendas, os bens foram recolhidos na sede da Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM) e depois entregues na sede da associação da Póvoa de Lanhoso, que acolhe cerca de uma centena de animais.

Para Pedro Domingues, o Papa da academia, este tipo de praxes ajudam as pessoas exteriores a perceber “a união que se vai criando e a vontade de ajudar que se vai alimentando” dentro da praxe minhota. O órgão máximo da praxe minhota refere, também, que muitas das notícias acerca da praxe estão carregadas “de negatividade e com estas ações queremos mudar esse paradigma.”

A ação solidária contou com o apoio das entidades reguladoras da praxe da academia minhota, nomeadamente de membros do Cabido de Cardeais, do Conselho de Anciãos e do elemento máximo da praxe. Pedro Domingues realça a “união entre os cursos” que se juntaram com o mesmo objetivo de ajudar a Associação CAPA, “independentemente do curso e do grau hierárquico.”